Acessar o site em Inglês Acessar o site em Português
  • ANPO

  • TV ANPO

  • CTR/ANPO
  • IG DO GRANITO
  • BIBLIOTECA

  • EMPRESAS

História - Anpo - Associação Noroeste de Pedras Ornamentais

História



             

A Associação Noroeste de Produtores de Pedras Ornamentais (ANPO)foi criada em 2003 pelos próprios empresários do ramo, no intuito 

de organizar o setor e fortalecer toda a economia da região, respeitando  às leis, a sociedade, de forma sustentável e organizada.

 

A instituição é sólida e sem fins lucrativos, baseada no respeito às leis ambientais, trabalhistas e fiscais. Pilares que devem sustentar 

toda extração mineral de pedras ornamentais no Estado do Espírito Santo.


  A associação mantém sua sede administrativa em Barra de São Francisco - Capital do Granito, mantendo sua base na região 

Noroeste do Espirito Santo, e abrange os 21 municípios mineradores da região.

 






Associação Noroeste de Produtores de Pedras Ornamentais - ES
Cnpj: 05.921.111/0001-54
Endereço: Av Jones dos santos Neves, 658 Ap.201, Centro, Barra de São Francisco - ES/ CEP: 29800-000
Telefone (27)3756-5433



 

Região Noroeste




A Associação Noroeste de Produtores de Rochas Ornamentais (ANPO) informou que em sua região noroeste são encontrados materiais 

não encontrados em nenhum outro lugar do mundo, é também onde se encontra as maiores jazidas de granito na América 

Latina. No total são 21 municípios produtores que correspondem por cerca de 58% da produção e exportação do país.


Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Rochas (Abirochas) elaborados pelo Instituto de Desenvolvimento 

Industrial e Educacional do Espírito Santo (Ideies), os números demonstram a força da atividade na economia local: gera cerca 

de 25 mil empregos diretos e 110 mil indiretos e registra 1.600 empresas ativas em sua cadeia produtiva.


O Espírito Santo registrou em 2019 um aumento de 4,43% no faturamento proveniente de exportação de rochas ornamentais, 

o equivalente a quase US$ 828 milhões. O estado conta com o maior arranjo produtivo de rochas brasileiras. 


Os principais destinos das rochas brasileiras em 2019 foram Estados Unidos, China, Itália, México e Reino Unido. No ano, 

o Brasil enviou suas pedras naturais para 125 países, destes, o Espírito Santo exportou para 106. O arranjo capixaba em toda sua cadeia, 

como a extração, beneficiamento, comércio interno e externo, produção de máquinas, equipamentos e insumos, serviços, etc., 

corresponde a aproximadamente 10% do PIB Estadual.



 









 




Visitas: 359


Compartilhe:

Entre em contato

Site seguro

https://www.anpo.com.br/ https://www.anpo.com.br/